terça-feira, 12 de abril de 2011

ORAÇÃO APÓS A COMUNHÃO



Alma de Cristo santificai-me;
Corpo de Cristo salvai-me;
Sangue de Cristo inebriai-me;
Água do lado de Cristo lavai-me;
Paixão de Cristo confortai-me;
Ó bom Jesus, escutai-me.


Dentro das vossas chagas, escondei-me;
Não permitais que de Vós me aparte.
Do espírito maligno, defendei-me;
Na hora da morte, chamai-me;
E, mande-me ir para Vós.

Para que com os vossos Santos vos louve,
Por todos os séculos dos séculos.

Amém.

Ficai comigo, Senhor, porque Vossa presença me é necessária para não Vos esquecer. Bem sabeis que facilmente Vos abandono...
Ficai comigo, Senhor, porque sou fraco e preciso da Vossa fortaleza para não cair tantas vezes. Ficai comigo, Senhor porque sois minha vida e sem Vós me esmorece o fervor. Ficai comigo, Senhor, porque sois minha luz e sem Vós me acho em trevas. Ficai, Senhor, comigo para me mostrardes Vossa vontade. Ficai, Senhor, comigo para eu ouvir a Vossa voz e seguir-Vos Ficai, Senhor, comigo, porque desejo amar-Vos muito e estar sempre em Vossa companhia.
Ficai comigo, Senhor, se quereis que eu Vos seja fiel. Ficai comigo, Jesus, que minha alma, conquanto seja paupérrima, todavia quer ser para Vos uma tacão de consolação, um ninho de amor.
Ficai Jesus, comigo, que entardece e o dia Se vai... isto é, a vida passa... a morte se avizinha, avizinha-se o juízo, a eternidade... E é mister redobrar minhas forças para não desfalecer no caminho e para tal preciso de Entardece e vem a morte.. Inquietam-me as trevas, as tentações, a aridez, as cruzes, as penas, e, oh, como preciso de Vós meu Jesus, nesta noite de exílio. Ficai, Jesus, comigo, pois preciso de Vos nesta noite da vida e dos perigos.
Fazei que eu Vos conheça como Vos conheceram os discípulos de Emaús ao partir do pão, isto é, que a unida Eucaristia seja luz que dissipa as trevas, a força que me sustenta e a única felicidade do meu coração. Ficai, Senhor, comigo, porque, ao chegar à morte, quero estar unido a Vos, sendo pela santa comunhão, ao menos pela graça e pelo amor.
Ficai, Jesus, comigo; não Vos peço Vosso divino consolo, pois não o mereço, mas o dom da Vossa santíssima presença, oh, sim, Vo-lo peco! Ficai, Senhor, comigo Busco somente a Vós, o Vosso amor, a Vossa graça, a Vossa vontade, o Vosso: Espírito, porque Vos amo e não peço recompensa alguma sendo aumento de amor. Amor sólido pratico. Amar-Vos com perfeição por toda a eternidade. Assim seja. Padre Pio

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa