sexta-feira, 3 de junho de 2011

Músicas para Nossa Senhora



1 – Entrada – A Escolhida
 
Uma entre todas foi a escolhida: foste tu Maria, serva preferida.
Mãe do meu Senhor. Mãe do meu Salvador.
 
Maria, cheia de graça e consolo,      venha caminhar com teu povo.
Nossa Mãe sempre serás.
Maria, cheia de graça e consolo, venha caminhar com teu povo.
Nossa Mãe sempre serás.
 
Roga pelos pecadores desta terra, roga pelo povo que em seu Deus espera.
Mãe do meu Senhor, Mãe do meu Salvador.

2 – Anunciação Maria e o Anjo

Quem serás tu? Criatura bela
Que encheu meu quarto com tua luz,
O teu olhar me trouxe a paz
Tua presença me refaz.
 
E sou o anjo Gabriel
Venho em nome do Senhor
Darás a luz ao salvador
Serás a mãe do Emanuel
 
Porque teus lábios tremem tanto assim?
Porque não tira os teus olhos de mim?
 
Há tanta graça a estar diante de ti
E o céu inteiro espera por teu sim.
 
Não temas doce anjo do Senhor
Escuta o que agora eu vou falar
Sorria e vai ao céu anunciar
Sim eu serei a mãe do Salvador
 
Ave Maria, quanta alegria,
O céu se encheu de luz, pois vai nascer Jesus,
Santa Maria, Deus escolheu-te bem,
E todos os anjos cantam amém
 
Porque teus lábios tremem tanto assim?
Porque não tira os teus olhos de mim?
 
Há tanta graça está diante de ti
E o céu inteiro espera por teu sim.
 
Não temas doce anjo do Senhor
Escuta o que agora eu vou falar
Sorria e vai ao céu e anunciar
Sim eu serei a mãe do Salvador

3 – Maria da Eucaristia
 
Quão grande graça após uma consagração
Feita por Pedro, por Tiago ou por João.
A mãe que alimentou Jesus em seu ser,
Comunga agora o Deus comunhão
 
Quanta alegria a de Maria
Receber Jesus na Eucaristia.
O corpo do Filho que um dia ela gerou,
Foi ela quem primeiro O comungou. 
 
Eu imagino que naquela refeição
Estava junto aquela que sempre o seguiu
A Mãe que deu a luz o Cristo meu Senhor
Comeu do pão que o Filho serviu
 
Quanta alegria a de Maria
Receber Jesus na Eucaristia
O corpo do Filho que um dia ela gerou
Foi ela quem primeiro O comungou
 
Quanta alegria a de Maria que gerou
O Deus que em seu ventre um dia alimentou.
Ser novamente sua morada
Por isso és bendita e agraciada.
 

4 - Mãezinha do céu


Mãezinha do céu
Eu não sei rezar
Eu só sei dizer:
quero te amar.

Azul é teu manto,
branco é teu véu,
mãezinha eu quero
te ver lá no céu.

Mãezinha do céu
Mãe do puro amor

Trago essa palma

Com todo meu ardor

Azul é teu manto,
branco é teu véu,
mãezinha eu quero
te ver lá no céu.

Mãezinha do céu,
Em tua proteção
Te ofereço neste dia
O meu coração.

Azul é teu manto,
branco é teu véu,
mãezinha eu quero
te ver lá no céu.

Mãezinha do Céu
Vem comigo rezar
Te ofereço este Terço
Pra te contemplar.

Azul é teu manto,
branco é teu véu,
Mãezinha eu quero
te ver lá no céu.

Mãezinha do céu
quero te  consagrar

Trago essa coroa

Para te Coroar.


Mãezinha do céu
Em tua proteção
Oh guarda meus pais
E a todos meus irmãos.

5 – Rainha da Paz

Rainha da Paz, Maria porta do céu
Esposa do Espírito, Virgem mãe de Deus. Rainha da Paz, Maria porta do céu.Esposa do Espírito, Virgem mãe de Deus.

Vem nos ensinar ao teu filho seguir e com ele sempre caminhar...

Ajuda-nos, Mãe a fazer o que ele mandar, ajuda-nos, Mãe a fazer o que ele mandar (2X).

Rainha da Paz, Maria porta do céu
Esposa do Espírito, Virgem Mãe de Deus. Vem com a pureza do teu doce olhar para o mundo se iluminar.
E toda esperança da vida teu filho trará. E o mundo inteiro contigo em paz viverá.


 6 – Sacramento da Comunhão

Senhor graças e louvores
Sejam dadas a todo momento
Quero te louvar na dor 
Na alegria e no sofrimento
E se em meio a tribulação
Eu me esquecer de ti
Ilumina as minhas trevas com sua luz

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa