quinta-feira, 11 de julho de 2013

Jovens Missionários

E-mailImprimirPDF
Dom Canísio Klaus
Bispo de Santa Cruz do Sul (RS)
Na semana que antecede o mega evento da 28ª Jornada Mundial da Juventude, jovens do mundo inteiro se espalham pelas dioceses do Brasil num grande mutirão de evangelização para “levar o primeiro anúncio do amor de Cristo a todas as pessoas de bem, através do canto, música, dança, teatro e oração”. Vai ser a oportunidade de os jovens fazerem a experiência da missão “evangelizando e sendo evangelizados pelos jovens”, fazendo ecoar por todo o Brasil o mandato de Jesus Cristo: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19).

A Diocese de Santa Cruz do Sul, apesar de haver disponibilizado 500 vagas, não vai receber nenhuma caravana de jovens de outro país. Isso se deve, certamente, à distância que nos separa do Rio de Janeiro onde vai ocorrer a Jornada Mundial da Juventude e à adversidade do nosso clima nesta época do ano. Apesar disso, a Semana Missionária vai ocorrer, sendo que jovens de várias paróquias se organizaram para saírem a campo e mostrarem ao mundo o rosto jovem de Cristo. Na frente desta atividade estão, quase sempre, os 233 jovens que também irão participar da Jornada no Rio de Janeiro. Alguns destes jovens, aliás, também irão ajudar na missão em outras dioceses e estados do Brasil.
Na cartilha motivadora da Semana Missionária no Rio Grande do Sul, os organizadores afirmam que “a missão na Igreja é mandato de Jesus Cristo. Ou a Igreja é missionária ou não é Igreja. Mais do que uma tarefa, missão é uma atitude”. Em outra parte da cartilha se diz que “o jovem cristão tem a força e o jeito de chegar em outros jovens. É preciso usar esse potencial para colocar o Evangelho em todos os ambientes: do real ao virtual. Jovem é apóstolo do jovem! É o momento de ir ao encontro do jovem drogado, ferido pela vida, desanimado, desorientado, preso, indiferente...”. Finalmente, é bom lembrar que a tarefa não termina com a Semana Missionária. “Deus é maravilhoso e essa boa notícia tem que ser levada a todos.Não podemos descansar enquanto o último da terra não receber essa boa nova de Deus Amor”.
Alegramo-nos imensamente com a iniciativa da juventude e temos a convicção de que a Igreja vai adquirir um rosto mais jovem e mais dinâmico a partir da Semana Missionária e da Jornada Mundial da Juventude. Também temos certeza que as famílias e comunidades saberão acolher a mensagem de fé e esperança que lhes será levada pelos jovens, seja isso através de visitas domiciliares, encontros específicos ou animação litúrgica. Mais do que isso, muitos adultos certamente se sentirão sensibilizados com a iniciativa da juventude e se unirão a ela nesta empreitada missionária.
Que Deus abençoe os jovens missionários e abra os corações das pessoas para acolherem a boa nova da mensagem do Reino!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa