quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Cáritas Diocesana recupera sofás

MITRA DIOCESANA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

·  NOTÍCIAS DA DIOCESE

Cáritas Diocesana recupera sofás 
09/09/2010
O trabalho da “Central de Doações”, da Cáritas Diocesana de São José dos Campos, superou a finalidade de gerar recursos para beneficiar projetos sociais e associou a capacitação de mão de obra e a preservação do meio ambiente. 

Criada inicialmente para ser um ponto de recolhimento de móveis e eletrodomésticos usados, agora a Central de Doações recebe estofados que seriam descartados e os “transforma” em recursos, formação de mão de obra e evita o descarte em lixões e em terrenos. O galpão da Central de Doações está repleto de sofás e poltronas doados por seus antigos donos. Todos estão sendo recuperados, ficando “novos” de novo!
O projeto conta com uma oficina de tapeçaria, comandada por Antônio Carlos dos Santos, com mais de 20 anos de profissão. Já são 35 alunos, que durante 4 meses e meio aprendem gratuitamente o ofício. Antônio ensina todas as etapas da reforma de estofados. No dia da reportagem, os alunos estavam aprendendo a estofar um banco de carro. São homens e mulheres de várias idades, que buscam, na oficina a oportunidade de aprender um trabalho e ter sua própria renda. “O curso é inédito na cidade e por isso, a procura foi muito grande”, conta José Luis Nunes, secretário geral da Cáritas. As oficinas de tapeçaria já formaram um grupo no primeiro semestre do ano e agora está com duas turmas em andamento. “Eu já tinha procurado um curso de tapeceiro e não tinha encontrado. Quando fiquei sabendo, me inscrevi na hora. Queremos trabalhar como tapeceiros, pois temos três filhos e pensamos no futuro deles”, contou o casal Denílson e Regina Célia dos Santos Silveira, moradores do Putim.
Os sofás chegam sujos, rasgados, e quando a estrutura interna está boa, são recuperados e ficam como novos. Vários jogos de 2 e 3 lugares estão prontos para a comercialização. As peças são colocadas a venda em bazares em paróquias. O dinheiro da venda dos estofados irá ajudar no financiamento dos projetos da Cáritas Diocesana e na compra de materiais para as próximas oficinas.
Fonte: Jornal Expressã

Um comentário :

  1. Olá amigos, meu nome é Miriam. Li sobre a solidáriedade de vcs, doando móveis. Fiquei grávida na minha experiencia de trabalho e logo fui despedida. Meu bebe é para abril de 2011. Moro de aluguel, e meu sonho é ter um sofá do mais simples que seja. Minha situação esta muito dificil, mais procuro não desanimar. Um berço para meu bebe tbem será muito bem vindo. Escrevo esta mensagem com o coração cheio de esperanças, e os olhos e coração cheio de lágrimas. Meu telefone é (11)61080919. Eu moro na Estrada da Riviera N.540 Riviera Paulista cep 04916-000 São Paulo SP.

    ResponderExcluir

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa