terça-feira, 7 de setembro de 2010

Legumes recheados

Agrade a todos os paladares com esta refeição saudável


Ingredientes:
1 cebola

1 dente de alho
4 fatias de azeite de oliva
250g de carne moída
Sal e pimenta-do-reino à gosto
2 colheres (sopa) de salsinha picada
4 tomates grandes
4 pimentões grandes
4 abobrinhas verdes
4 batatas grandes
1 colher (chá) de óregano

Modo de preparo:
Dourar a cebola, o alho e o presunto picados no azeite quente, juntar a carne moída e refogar em fogo baixo durante 15 minutos. Temperar com o sal e a pimenta, se secar muito, colocar um pouco de água. Polvilhar com salsinha picada e reservar.

Cortar uma tampa nos tomates e pimentões e tirar as sementes. Cortar uma tampa nas abobrinhas e batatas, retirando parte da polpa com a ponta de uma faca ou descascador de legumes. Rechear com a carne e prender a tampa com palitos. Colocar numa travessa refratária untada. Polvilhar com o óregano e regar com molho de tomate. Assar durante 30 a 40 min.

Modo de preparo do molho:
Dourar a cebola e o alho picados no azeite quente, juntar a água, o extrato de tomate, o vinho, o sal e a pimenta. Ferver durante 15 minutos. Cobrir os legumes recheados.

Rendimento: 4 pessoas.

Receita cedida pelo site Rudge SBC

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa