quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Formação de Preparação para Catequistas


Um grupo de membros de nossa paróquia está freqüentando um Curso Especial de Preparação para Catequistas e novos Catequistas, que vai de 07/02/2011 a11/02/2011, com manhã de espiritualidade no dia 13/02/2011, promovido pela Paróquia NSª do Rosário, sendo após a missa das 19h00.

A formação dos catequistas é atualmente uma das tarefas mais urgentes de nossas comunidades, pois, “o catequista é de certo modo, o intérprete da Igreja junto aos catequizandos” (DCG 35).

  "A maior preocupação da formação inicial é preparar basicamente o catequista com o conhecimento da pessoa humana, do contexto sócio cultural, da pedagogia da fé e da mensagem cristã. Esta formação inicial é necessária em todas as paróquias, pois é grande a rotatividade de catequistas. É preciso ter sempre disponível um atendimento inicial aos novos catequistas que vão chegando". DNC - CNBB, n. 291 
 “Qualquer atividade pastoral que não conte para sua realização, com pessoas realmente formadas e preparadas, coloca em risco a sua qualidade” (DGC 234), portanto, é preciso contar com uma adequada pastoral de catequese que possa:

· suscitar vocações para a catequese;

· distribuir melhor os catequistas entre os diversos setores;

· organizar a formação dos catequistas (de base e permanente);

· atender pessoal e espiritualmente os catequistas e formar um grupo de catequistas integrado à vida da comunidade.

O objetivo principal da formação do catequista é o de prepará-lo para comunicar a mensagem cristã, àqueles que desejam entregar-se a Jesus Cristo. A finalidade da formação requer, portanto, que o catequista se torne o mais capacitado possível a realizar sua missão. 

Pensando nisto a paróquia Nossa Senhora do Rosário de São José dos Campos promove para seus catequistas uma formação permanente  com encontros mensais e formações semestrais.

Você também está convidado a participar, venha experimentar essa alegria!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa