quarta-feira, 24 de julho de 2013

CATEQUESE JMJ (2): "Sabedoria para bem viver a juventude"

E-mailImprimirPDF
5 - DSC02903




“Busque sempre viver na sabedoria de Deus” foi com este pensamento que Dom José Palmeira Lessa, arcebispo de Aracajú (SE), iniciou sua catequese aos jovens participantes da JMJ nessa manhã de quarta-feira, no Colégio Estadual Vicente Jannuzzi, no Rio de Janeiro. De uma forma bem descontraída, o bispo ensinou à juventude presente a importância em se resgatar valores cristãos, sobretudo, quando o assunto é relacionado à vida.

Dom Lessa contou um pouco de sua história e das muitas dificuldades que enfrentou. “Existe um ditado que diz ‘a esperança é a última que morre’. Tão contando mentira ein (risos)! Para um bom cristão, a esperança nunca morre, pois ela está em Cristo Jesus. E assim sempre será enquanto peregrinarmos por esse mundo. Uma vez, me recordo que os médicos disseram que era quase certo que meu pai ira morrer. Eu era jovem e estava começando minha caminhada vocacional. Se meu pai se fosse, eu teria que voltar para minha casa pois era o filho mais velho. Mas toda a igreja, como uma grande família, rezou por mim e meu pai e como no Jesus no horto das oliveiras eu disse ‘que se faça a sua vontade Pai’. Meu pai foi curado e me tornei e sacerdote. Esta é a força da fé! Deus sempre me sustentou mesmo nas dificuldades e com vocês (jovens) também deve ser assim”, disse.
O bispo lembrou-se de um ensinamento do Papa Francisco que dizia que a verdadeira alegria nasce do fato de encontramos uma pessoa: Jesus Cristo. “Sejam alegres jovens. Vivam a fé de vocês! Não deixem que este mundo, que a tantos tem machucado, façam vocês perderem o foco. Lutem pela vida e pelos preceitos do bom cristão” aconselhou.
4 - DSC02899Os olhos atentos e o sorriso no rosto mostravam o quanto os jovens estavam envolvidos no que dizia o pastor de Aracaju. O peregrino Filipe André Lopes, da Diocese de Jundiaí (SP), está no Rio de Janeiro desde domingo e se demonstrou muito animado com a oportunidade de aprender com bispos de outras dioceses brasileiras. O jovem prestou atenção em cada ensinamento de Dom Lessa durante a catequese. “Foi muito bom. Dom Lessa falou muito bem e me chamou bastante a atenção quando deu testemunho de sua juventude e nos ensinou que é preciso lutarmos para sermos diferentes nesse mundo que é materialista. Mais uma vez, percebi a voz de Deus convidando a todos nós, jovens, a ter mais responsabilidade e evangelizarmos aonde for necessário. Mesmo com todas as dificuldades, assim como Dom Lessa, devemos perseverar”, comentou o jovem Felipe. Após a catequese foi conduzido um momento de oração e, em seguida, Dom Lessa tirou algumas dúvidas dos jovens sobre os pontos abordados durante a pregação.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa