terça-feira, 7 de setembro de 2010

Fettuccine à bolonhese

O seu almoço de domingo pode e deve ter uma massa


Ingredientes
470 g de fettuccine italiano
500 g de filé mignon picadinho à mão
óleo de oliva extravirgem
150 g de cebolas liquidificadas
50 g de cenouras em cubinhos
500 ml de caldo de carne
10 g de salsa
1 dente de alho
380 ml de vinho tinto
850 g de tomate sem pele e sem sementes
gotas de pimenta vermelha
20 g de queijo parmesão ralado
150 g de extrato de tomates
500 ml de água filtrada
28 g de linguiça calabresa sem gordura

Modo de preparo:
Doure as cebolas e o alho em óleo de oliva extra virgem. Adicione as cenouras em cubinhos. Refogue bem. Acrescente a salsa picada. Junte a este refogado o
filé picadinho. Deixe dourar bem. Liquidifique os tomates, o caldo de carne, o sal e misture ao filé refogado, deixando cozinhar bem. Adicione o vinho tinto e cozinhe até o molho reduzir e ficar encorpado. À parte, retire a gordura da linguiça, corte-a em cubinhos e refogue em frigideira antiaderente. Após, adicione-a ao molho. Sirva uma porção de massa coberta por uma porção de carne com o molho e salpique queijo parmesão ralado por cima.
Rendimento: 11 porções
Calorias por porção: 278 cal

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa