segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Dom Dimas diz ao Papa que JMJ 213 ja começou


E-mailImprimirPDF



“O Papa foi informado de que a Jornada Mundial da Juventude já começou no Brasil, com a peregrinação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora, e uma intensa programação que se estenderá até 2013 e continuará depois de realizada a Jornada”. Com estas palavras, Dom Dimas Lara Barbosa, Arcebispo de Campo Grande e vice-presidente do CELAM, registrou o seu relato ao Papa Bento XVI sobre a Jornada Mundial da Juventude.





Eis a íntegra das notícias enviada por Dimas:DOM_DIMAS


Começou nesta quinta-feira, dia 06 de outubro, a primeira visita oficial da atual Presidência do Conselho Episcopal Latinoamericano e Caribenho – CELAM – ao Santo Padre e à Santa Sé. O CELAM é um organismo permanente de comunhão, reflexão, colaboração e serviço pastoral para a Igreja presente em nossos países. Atualmente, são 22 Conferências Episcopais representadas no CELAM. A atual Presidência foi eleita para o quadriênio 2011-2015, na Assembléia Geral reunida em maio deste ano, em Montevidéu, Uruguai.
Nesse dia, foram visitados o Pontifício Conselho para a Promoção para a Nova Evangelização e o Pontifício Conselho para a Comunicação Social. E, ainda, o Escritório para o Serviço Caritativo em Favor dos Países do Terceiro Mundo, da Conferência Episcopal Italiana (CEI), que tanto tem ajudado vários de nossos países em suas atividades sociais.
“Discípulos e missionários de Jesus Cristo, para que, NELE, nossos povos tenham vida”. Esse foi o Lema que guiou os participantes da V Conferência Geral do Episcopado Latinoamericano e Caribenho, reunidos em Aparecida – SP, em 2007, com a presença do Papa Bento XVI e dos principais representantes da Cúria Romana, além de delegados de outros Continentes. O Plano Global do CELAM para o quadriênio anterior procurou aplicar as conclusões de Aparecida, centrado no tema da conversão pessoal e pastoral, para que a Igreja, comunidade dos discípulos missionários de Jesus Cristo, continuasse sua ação evangelizadora, particularmente com a implantação da “Missão Continental”.
Dando continuidade a esses propósitos, o novo Plano Global para o quadriênio 2011-2015 pretende promover, na Igreja Latina e no Caribe, com as Conferências Episcopais, a VIDA PLENA e a COMUNHÃO MISSIONÁRIA, mediante o encontro pessoal e comunitário com Jesus Cristo Vida. Assim, o primeiro núcleo teológico a orientar nossa ação pastoral será a PALAVRA DE DEUS, que nos faz discípulos de Jesus Cristo. Essa Palavra é, para nós, fonte de nova humanidade (dimensão pessoal), de solidariedade e de compromisso com os pobres (dimensão social), de comunidades cristãs verdadeiramente mistagógicas (dimensão eclesial) e de vivência eucarística (dimensão litúrgico-sacramental).
O segundo núcleo é o ANUNCIO e o TESTEMUNHO DA VIDA PLENA, que nos faz missionários de Jesus Cristo Vida. Queremos, assim, que a Missão Continental se converta em Missão Permanente.
Amanhã, 07 de outubro, com a graça de Deus, a Presidência do CELAM será recebida pelo Santo Padre, o Papa Bento XVI, quando haverá oportunidade para estreitar ainda mais os laços que sempre uniram a Igreja presente em nossos países com o sucessor de Pedro.


Dia 7 de outubro
No segundo dia de sua visita à Santa Sé, a Presidência do Conselho Episcopal Latinoamericano e Caribenho – CELAM – foi recebida em audiência pelo Santo Padre, o Papa Bento XVI. Na ocasião, foi apresentado ao Papa o Plano Global do CELAM para o quadriênio 2011-2015, cuja realização será marcada por alguns acontecimentos eclesiais de grande envergadura:
a) O encargo recebido das Conferências Episcopais de acompanhar a Missão Continental, segundo o conteúdo e o espírito do Documento de Aparecida (2007);
b) A celebração dos 50 anos do Concílio Vaticano II, que marcou decididamente a pastoral em nossos países;
c) A recente publicação da exortação apostólica pós-sinodal Verbum Domini (2010), sobre a Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja;
d) Os 20 anos da publicação do Catecismo da Igreja Católica (1993);
e) O próximo Sínodo sobre A nova Evangelização para a transmissão da fé cristão (outubro de 2012), em cuja preparação e posterior acolhida de suas conclusões o CELAM, em comunhão com as Conferências Episcopais, irá trabalhar.


Além disso, foi apresentado ao Santo Padre o projeto de tradução da Bíblia, para uso de todas as Igrejas da América de língua hispânica, além das comunidades migrantes em outros países, particularmente nos Estados Unidos.
O Papa foi, ainda, informado de que a Jornada Mundial da Juventude já começou no Brasil, com a peregrinação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora, e uma intensa programação que se estenderá até 2013 e continuará depois de realizada a Jornada.
Na parte da tarde, a Presidência do CELAM visitou o Pontifício Conselho para os Leigos, onde o tema da Jornada Mundial da Juventude foi, mais uma vez, recordado. E o Pontifício Conselho para a Família, onde o tema do próximo Congresso Mundial das Famílias, a se realizar no próximo ano em Milão foi apresentado pelo Cardeal Enio Antonelli. Em ambas as ocasiões, os Bispos do CELAM puderam perceber, com a graça de Deus, a plena sintonia dos objetivos previstos no Plano Global e as Diretrizes que a própria Santa Sé, como colaboradora do ministério do Santo Padre, procura estabelecer na Igreja Católica em todo o mundo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa