quinta-feira, 16 de maio de 2013

Apresentada aos bispos proposta de criação do Conselho Nacional das Religiões


E-mailImprimirPDF
Consep15052013c




A primeira sessão de trabalho do Consep da tarde desta quarta-feira, 15 de maio, teve como pauta a proposta de criação do Conselho Nacional de Religiões do Brasil (CONAREL). O assunto foi apresentado pelo presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso, dom Francesco Biasin.

De acordo com o bispo, a iniciativa é do movimento Religiões pela Paz, que já promoveu a criação de um conselho semelhante em nível latino-americano. Ele apresentou a proposta do estatuto deste Conselho, que indica quais as religiões poderão integra-lo e o seu campo de atuação.
Dom Biasin destacou a harmonia que existe neste diálogo entre cristãos, muçulmanos e judeus na constituição deste Conselho. O secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, lembrou que a iniciativa é importante, e pode ajudar bastante no diálogo entre as religiões e o Estado brasileiro.
O assunto voltará a ser analisado pela CNBB na reunião do Conselho Permanente da entidade, em junho próximo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa