terça-feira, 7 de setembro de 2010

Cebola assada

·  1 cebola grande
·  papel alumínio
Recheio:
·  30g de charque cozida e desfiada

·  20g de queijo coalho ralado
·  30g de catupiry
·  10g de manteiga de garrafa

Farofa:
·  1 colher (sopa) de manteiga
·  3 colheres (sopa) de farinha de mandioca Modo de preparo:
Para a cebola: envolver cebola em papel alumínio e assar por 40 minutos aproximadamente em forno pré-aquecido a 180ºC embalada em papel alumínio. Retirar a tampa da cebola e cavar um buraco no centro.

Para o recheio: refogar a carne seca com metade do miolo da cebola cozida (bem picada) na manteiga de garrafa, juntar o catupiry. Colocar a mistura acima na cebola recheando-a. Colocar o queijo coalho por cima e levar para gratinar. Servir sobre a farofa.

Francisco Rebelo
www.cordeldavila.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa