quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Realizado 9º Encontro de Missionários Brasileiros na Bolívia


E-mailImprimirPDF
missionarios_brasileiros_bolivia


Santa Cruz de la Siera, na Bolívia, sediou, nos dias 16 a 18, o 9º Encontro de Missionários Brasileiros que atuam naquele país. Cerca de 50 pessoas de várias regiões da Bolívia participaram do encontro. Do Brasil estiveram presentes quatro superioras religiosas, além do presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) do Mato Grosso do Sul, o coordenador do Conselho Missionário (Comire) do Regional Oeste 2 (Mato Grosso) e o diretor das Pontifícias Obras Missionárias do Brasil, padre Camilo Pauletti. Existem na Bolívia mais de 100 missionários brasileiros.

O objetivo deste encontro é animar os missionários que lá atuam; dar oportunidade de compartilharem; ver os desafios e buscar juntos algumas pistas para melhorar, além de ser um momento de convivência, celebração e fortalecimento das relações entre os brasileiros.
“Foi muito positivo, deu pra sentir o quanto nossos missionários querem bem ao povo boliviano. Também sentimos a importância de compartilhar os sentimentos, as dificuldades e as alegrias. Vivemos nestes dias num clima fraterno, de gratuidade e amizade, de apoio e solidariedade”, afirmou padre Camilo.
No fim do encontro os missionários agradeceram pela oportunidade e valorizaram a boa acolhida do padre Loacir Lovizon que coordenou e articulou o encontro e a presença dos brasileiros. “Eles sentiram o incentivo, apoio e ânimo para continuarem firmes na caminhada”, completou o diretor das POM. O evento realizado a cada dois anos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Reflexão

Todas as pessoas costumam falar em justiça ,mas para a maioria delas o fundamento dessa justiça são princípios e valores humanos, principalmente o que está escrito nas leis. Para nós cristãos, esse critério não é suficiente para entendermos verdadeiramente o que é justiça. Não é suficiente em primeiro lugar porque nem tudo o que é legal, é justo ou moral, como por exemplo a legalização do divórcio, do aborto ou da eutanásia. Também devemos levar em consideração que todas as pessoas, embora sejam seres naturais, possuem um dom de Deus que faz delas superiores à natureza, participantes da vida divina, e como Deus é amor, o amor é, para quem crê, o único e verdadeiro critério da justiça

CNBB - Imprensa